Murro em ponta de faca

Preguiça de debater sobre certos assuntos, coisas e comportamentos que me incomodam. Parece que eu falo, falo, falo e as pessoas entendem blá blá blá. Por que eu falo, falo, falo, às vezes ouço um: ‘foi mal, não sabia que isso te incomodava’, ‘desculpa, não vou fazer de novo’. Mas no fim tudo faz parte de uma merda de um círculo vicioso: comportamento desagradável, me sinto atingida, questiono o comportamento, ouço desculpas vazia, passa o tempo, comportamento desagradável, me sinto atingida, questiono o comportamento, ouço desculpas vazia, passa o tempo, comportamento desagradável, me sinto atingida, questiono o comportamento, ouço desculpas vazia, passa o tempo, comportamento desagradável, me sinto atingida, questiono o comportamento, ouço desculpas vazia, passa o tempo… ZzzzzzzZzzzzz!

Pior do que errar é ouvir desculpas que não são sinceras. É mais honesto assumir a postura: ‘sorry, sou assim, não vou mudar, azar o seu se você não gosta’. Aí, quando eu rodo a baiana, sou a chiliquenta, barraqueira, reclamona, mimimi. Mas as pessoas não são de ferro e tem hora que o copo transborda. #ficadica

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Desabafinho. ligação permanente.

Uma resposta a Murro em ponta de faca

  1. Suuu diz:

    Sei exatamente como vc se sente (ou sentiu)!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s