Não

Desde pequena, minha mãe sempre me disse a seguinte frase: “Você tem sempre só duas chances, o NÃO e o SIM. O NÃO você já tem sempre, então precisa ir em busca do SIM”. E sempre foi algo que segui como meta, e nunca me intimidei de ir em busca dos “sins” nessa vida. E olha que a quantidade de “nãos” que eu ouvi foi absurdamente grande. Acho que isso fez de mim a pessoa determinada que sou (que de acordo com meus pais é minha característica mais marcante).

Se eu fosse uma pessoa que abaixa a cabeça fácil, ou que me rende à toa, eu tava fodida. Mas como diz minha mãe, sou a pessoa mais determinada que ela conhece, e quando eu quero uma coisa, definitivamente, eu consigo, custe o que custar. Não adianta. Eu vou dar cabeçada, vou estar chegando ao topo da montanha, escorregar, rolar até embaixo, mas vou recomeçar a escalada e conseguir. Não tem jeito, essa sou eu.

Ainda assim, a minha coleção de “nãos” só faz crescer, e eu, continuo na minha busca incansável pelos “sins”, jamais me conformando com um “não” dito. Quero sempre os “porquês”, quero razões para aquele NÃO e farei o possível para convencer de que mereço o “SIM”. E assim sigo na minha batalha, minha eterna caçada pelos “sins” na minha vida.

E posso garantir, tem valido muito a pena. =)

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em About me, Desabafinho com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s