Vida fácil é para os fracos…

Esse fim de semana foi insano. No sábado teve o casamento da Carol, em que eu fui madrinha e passei o dia numa outra dimensão: podóloga, manicure, pedicure, depilação, cabelereira e enfim, troca de roupa e vai pra igreja. Eis que um frio de lascar me pega desprevenida e tive que usar uma echarpe que ñ tinha nada a ver com o vestido, mas ok, me senti linda e glam, porque tava de vestido verde-musgo e echarpe preta e tinha madrinha de vestido de oncinha e echarpe preta. Então, nem me abalei – hihihi.

No domingo teve a correria das eleições (que é assunto sério e para um outro post), o Thi foi trabalhar pela MTV e mostrar o pessoal votando e blá blá blá e eu deixei ele na TV e saí das Perdizes pro Jaçanã pra exercer minha cidadania, depois busquei minha vó, levei a colinha dela com os candidatos que ela me pediu e a acompahei ao seu local de votação. Ainda tivémos que ouvir merda de gente que não passa de lixo humano, dizendo que não via a hora de fazer 65 anos pra ñ votar mais, e que vinham esses velhos vagabundos que só serviam pra atrapalhar e furar fila. Sério, eu mereço!!! Nem me dignei a responder, porque uma pessoa dessas se chacoalhar não sai nem vento, então, eu que não ia gastar meu latim com gente dessa laia.

Depois, as coisas de sempre de todo o domingo e à noite fui jantar com a Laila e os pais dela, que vieram trazê-la pra Sumpaulo, já que ela está de mudança pra cá. =)

Agora tô aqui tendo que lidar com 3 trabalhos fixos + 2 freelas e quase endoidando porque preciso deixar tudo engatilhado pra semana que vem. E ainda tenho que fazer mala. Mas é isso que tá me dando forças, porque eu preciso de férias e enxergar Buenos Aires ali, no meu domingo, tá me dando ânimo pra tudo.

E isso sem falar no processo de deixar a casa em ordem, mas ainda tá terrível, rola toda uma vibe Murphy no ar, porque tenho tido aborrecimentos incríveis com a Sky, sem falar que a Francisca chegou no apartamento, chuchou a máquina de lavar roupa na tomada sem ver que era 200V e voilá, queimou a máquina.

Mas, vamos lá, faz parte do processo. E Buenos Aires me aguarda. =)

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Desabafinho, Felicidade Partilhada, Murphy, Só acontece comigo com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a Vida fácil é para os fracos…

  1. diz:

    Achei mega fofo sua atenção com a sua vovó! :-)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s