Hoje é dia de BBB, bebê!

Se tem uma coisa que me deixa louca é pseudo-intelectual e pseudo-hipster, que “não faz” nada que tá na modinha, ou que é senso comum, ou coisas que a “ralé” faz. E dentre uma das coisas mais condenadas por esse tipo de gente está o BBB. Chove gente reclamando nos 3 meses que se seguem, dizendo que aquilo é pura alienação, que é manipulado, que é um retrato da degradação humana blablablá, yada-yada-yada, whiskas sachê, zzZzzz…

Gente, para com isso!!! Pare e pense sobre o que está na TV e não é alienação. Pouquíssima coisa se salva. Pra mim, assistir TV é o meu momento de me alienar. E eu não tenho problema algum quanto a isso, porque tenho outras maneiras de formar opinião, intelecto e me manter dignamente informada. Também nunca achei que as pessoas precisam ser engajadas full time, todo mundo tem seu momento válvula de escape, de dar um pontapé na realidade e curtir um pouco a vida focado em bobagens. O meu momento do dia a dia é com as novelas. Sou noveleira assumida, e se puder assito até Vale a pena ver de novo. Eu trabalho pra caramba, umas 60/70 horas por semana, corro atrás do meu, pago minhas contas em dia, cuido das minhas cachorras, faço minha caminhada, reservo um tempo pra trabalho social, reciclo 90% do lixo aqui de casa e me dou o direito de ser alienada umas 3 OU 4 horinhas do meu dia.

Pra muita gente que eu conheço (gente que gosto e admiro), o momento válvula de escape são os reality-shows, e aí não importa se é No Limite, Casa dos Artistas, Big Brother, Fama, Ídolos, Hipertensão, A Fazenda, Busão do Brasil, Mulheres Ricas… O que eles gostam é de fazer o voyeur e discutir a vida alheia, tomar partido… Eu sempre curti No Limite e lá nos primórdios adorava BBB, acompanhei bastante até a edição 7 (aquela do Alemão), depois fui desinteressando. Mas sei que é impossível ficar alheio ao programa, já que 80% da tinha timeline do Twitter e do Facebook acompanham e comentam sobre. Ano passado mesmo eu tinha decidido não assistir, não dar bola. Aí, lá pra metade do programa, pra ajudar uma amiga que trabalha com Social Media e precisava de volume de gente twittando sobre uma das festas patrocinadas por um dos clientes pra qual trabalhava, comecei a ver e virei Team Maria – foi a primeira vez que um participante pra quem eu torcia levou o prêmio (sou pé-frio gente – julgando pelo desempenho do meu time nos últimos anos essa é uma realidade inegável – hehehe).

Mas pra mim já faz tempo que o programa miou e tá fazendo hora extra na grade da Globo, só que quando vejo toda a movimentação do povo em torno do programa, vejo que, de novo, tô na contramão do Brasil. Ainda assim, não sou dessas que fica com discursinho do naipe: “aí, vai ler Gabo ao invés de ver BBB”. E certeza que vez ou outra vou me pegar conferindo o que rola. Sem falar que, dependendo do bafafá gerado no Facebook e Twitter, se bobear começo a acompanhar o programa só pra ver o que tá acontecendo de fato – como aconteceu com a última Fazenda, que fui assistir pra ver quem era o tal Gui Pádua escroto que todo mundo falava. E, de boa, tem taaaaaaaaanta coisa bem pior que BBB passando durante o ano todo nessa nossa TV aberta desse Brasilzão sem porteira, que eu não entendo a obsessão sazonal desse povo pseudo-intelectual que insiste em malhar o programa e quem o assiste.

Datena, Faccioli ou qualquer outro do gênero, TV Fama (e todo tipo de similares), Superpop, programa do Mion, Pânico ou tanta coisa de qualidade duvidosa tão aí, passam o ano todo, e vocês só tem olhos pra criticar o BBB! Eu já disse isso em alguns textos de temáticas completamente diferentes por aqui, mas o pensamento é o mesmo: a grande graça do mundo atual é termos lutado por liberdade e podermos fazer o que quiser, então, honre essa nossa liberdade e respeite quem é diferente de você. Deixe quem quer ver reality show curtir seus programas sossegados e aproveite e deixe o BBB em paz, ok! ;)

366/08

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Desabafinho com as etiquetas , . ligação permanente.

5 respostas a Hoje é dia de BBB, bebê!

  1. Tay…. vc é uma linda, perfeita, minha ídala! hauahua Falou tudo e mais um pouco do que eu penso e defendo…. e disse no meu facebook outro dia, pra mim 80% dos que metem o pau, assistem escondido… hauahuaa

  2. Pingback: Perfeição « Silêncio e Som

  3. texto perfeito, Tayra. Pois é, o q falta é respeito ao gosto alheio. Eu vejo BBB e não escondo nem me envergonho. sei q o programa deu uma caída, nem to com ppview esse ano, vou ver só o q a globo passar mesmo, mas exatamente isso, é o meu momento de alienação consciente. Pior esse povo q é alienado sem se dar conta e pensa q tá abafando.

    beijossss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s