Família Silva

Poucas pessoas desse mundo de internet sabem, mas meu nome completo é Tayra da Silva Vasconcelos. Obviamente, acabo não usando o Silva porque, em primeiro lugar ele é o do meio e o usual é lançarmos mão apenas do último sobrenome; em segundo porque, por ser um sobrenome que faz parte das certidões de bem uns 50% dos brasileiros, ele acaba não fazendo grande diferença.

Mas o fato é que eu tenho muitíssimo orgulho de ser Silva, e, mais ainda amo loucamente essa minha família.

Eu falei um pouquinho da minha família Silva, que é enooooorme, nesse post sobre Cachoeira Paulista. E essa família tem um coração tão grande quanto o seu tamanho. Minha bisavó Edwiges e meu bisavó Tonico tiveram 11 filhos, cada um desses 11 teve bem seus 6 (ou mais), aí já viu, a família foi crescendo, crescendo, crescendo e agora somos muitos e muitos Silva. E estamos espalhados entre a cidade de São Paulo e a cidade do Rio e ocupando todo o Vale do Paraíba e fazendo o favor de deixar um rastro de amor e carinho por onde passamos. Às vezes essa turma fica um tempão sem se ver, mas quando alguém casa ou faz aniversário, a trupe toda se reúne e é tanta felicidade e chamego que parece que nos vemos o tempo todo. E nas horas difíceis todos estão ali também, prontos pra ajudar, mesmo que pra isso precise atravessar correndo os 400 km que separam Rio e São Paulo.

Não vou mentir, a família é imensa e tem gente que eu nem mesmo conheço, mas sei que são filhos de primos muito amados da minha mãe, dos quais já ouvi histórias e já aprendi a gostar por tabela. Teve primo que eu conheci 3 semanas antes do meu casamento, mas estava lá do meu lado nesse dia tão especial e eu fiquei super feliz de vê-los lá. E é super orgânico, a família segue crescendo. Quando estive em Cachoeira soube que um dos meus primos, que é um ano mais novo que eu acabou de ter um filhinho. Nem conheço a mulher dele, muito menos o bebê – mas é minha família, faz parte da minha turma, já é gente querida que passa a fazer parte da minha vida, com certeza… Porque pra mim, família é isso, por mais que eu fique um tempo sem ver.

É a turma do Tio Lica (meu vô), do Tio Otávio, da Tia Marciana, da Tia Egídia, do Tio Nico, da Tia Vidinha, Tio Inácio, Tia Zezé, Tio Juca, Tio Justiniano e até do Tio Padre (que claro, não teve filhos), que sempre vai ser a minha turma, a minha família, a minha raiz, o meu povo, os meus Silva, e é um mundaréu de gente que eu amo. É uma família feliz, de verdade, sem muita hipocrisia, que quando tá junto transborda energia boa e que quem tá por perto sente isso. É a turma paulista tirando sarro que os cariocas falam biXcoito, os cariocas aloprando porque paulista fala bolacha e no pacote tá escrito biscoito e assim segue o nosso bonde. A família vai crescendo, sempre cabe mais um, e esse espírito de amor, de companheirismo, de camaradagem (que deveria estar em cada família – que deveria ser o verdadeiro teor da palavra família) passa a fazer parte do caráter de cada novo membro que chega. Essa é a minha Ohana! <3

366/57

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Felicidade Partilhada com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a Família Silva

  1. Pingback: Irmão postiço | Teia de Renda

  2. Pingback: Recarregando as energias | Teia de Renda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s