Meme: TOP5 Filmes da minha vida

Hoje a Lia fez um Meme sobre 5 filmes mais marcantes da nossa vida e eu fui uma das convocadas. Lá ela falava um pouco sobre o Crackle, que é uma espécie de videoteca virtual, onde você pode ir lá, de cadastrar e assistir os filmes que você gosta. E aí fuçando nos filmes que tem lá, a Lia convocou a gente pra falar dos nossos filmes favoritos.

Foi um pouquinho difícil começar esse post, porque eu tenho quatro filmes que marcaram fortemente a minha vida, cada um por seu motivo, e é claro, eu tenho todos aqui em casa na minha DVDteca (um deles eu tenho em fita VHS, em DVD importado – porque não achava a versão nacional – e em DVD nacional)… Escolher o quinto foi meio difícil, porque sou totalmente cinéfila, tanto que aqui em casa tenho mais de 600 DVDs/Blu-rays e ainda acho minha coleção bem mixuruquinha. =(

Sem falar eu tenho um certo problema pra definir meu TOP1, isso porque tem aquele que eu mais gosto desde os meus 08 anos de idade (e que é um filme totalmente de adulto – isso que é o mais bizarro!) e o filme que mais tem a ver comigo, por isso, o meu TOP1 é divido por dois filmes. De qualquer maneira vamos a eles…

O Império do Sol

Esse filme não é pra criança, mas a primeira vez que eu assisti eu tinha 8 anos. Meu pai alugou e eu me encantei com a história daquele menino (que anos depois viraria o Batman – hehehe) que se perdia da família em pleno Japão da Segunda Guerra Mundial e tinha que viver por ali. Eu não consigo explicar até hoje o porque naquele momento o filme me tocou tanto. A cena dele voltando pra casa da família e encontrando ela toda depredada, e tomando os bombons de licor é chocante, e a dos pais indo resgatá-lo, anos depois, é a coisa mais linda. Desde criança é um filme que eu amo, e foi um dos primeiros que eu comprei pra minha DVDteca. Falar hoje me deu tanta saudade, que vou aproveitar que amanhã é sábado pra revê-lo mais uma vez… <3

Beleza Roubada

Esse é o empate TOP1 como filme da minha vida. O enredo dele cai como uma luva na história do fim da minha adolescência, eu sou totalmente Lucy Harmon (personagem da Liv Tyler) e com certeza, o filme determinou alguns rumos na minha vida (esse é o filme que eu falei que tenho em VHS, DVD nacional e internacional). Assisti ao filme em 1996 em vídeo, por uma indicação da Capricho. Na hora chamou a minha atenção, primeiro porque eu me interessava muito pela história de vida da Liv Tyler, que em pouquíssimo tempo se tornou minha atriz predileta (seguida pela Gwyneth Paltrow e Uma Thurman). Pô, acho que a história dela parece um romance, é incrível! Ela passou a vida toda achando que era filha de um cara, até que, depois de ir a um show do Aerosmith, e dar de cara com uma menininha que era idêntica a ela (Mia Tyler, filha do vocalista), acabou descobrindo em plena adolescência que era filha dele também, Steven Tyler – imagina passar por isso na adolescência?! De longe acho que essa é a pior fase da vida de qualquer um. Totalmente conturbada, cheia de medos, incertezas e mudanças drásticas. Me apeguei a ela pela história de sua vida e comecei a acompanhar seu trabalho de perto. Curiosamente, eu me identificava demais com os personagens que ela interpretava… Foi assim que assisti The Wonders e acabei me identificando demais com a Faye (personagem da Liv). E cada filme que eu via, eu a admirava mais e mais e a achava mais e mais linda. Se eu pudesse escolher ser outra pessoa, que não eu, com certeza seria a Liv Tyler: linda, inteligente, talentosa, realizada e feliz.

Mas voltando a Beleza Roubada, o filme conta a história de Lucy Harmon (Liv Tyler), uma jovem de 19 anos, que após o suicídio de sua mãe viaja para a Itália, com o propósito aparente de reencotrar alguns amigos e ter seu retrato pintado. Mas a ideia dela era rever, especialmente, o cara em quem ela deu seu primeiro beijo, quatro anos antes. Simultaneamente ela quer decifrar um enigma que descobriu no diário da sua mãe (quem é o seu verdadeiro pai?). Mas a presença dela mexendo com a vida de todos os habitantes do lugar. E o que mais intriga todo mundo no local é o fato de Lucy, linda daquele jeito, ainda ser virgem aos 19 anos. E ela se sente extremamente exposta e deprimida quando percebe que todos sabem desse traço tão particular e íntimo de sua vida.

Eu, sempre fui extremamente extrovertida, faladeira, sempre fiz amizade super fácil, tanto com meninas, quanto com meninos. Porém, sempre fui muito reservada em relação a minha vida particular. E o simples fato de ter amizade com meninos sempre fez muitas pessoas pensarem que eu era uma vaca. Puft!!! (tão anos 40 isso) Na adolescência, minha grande preocupação eram as aulas de ballet. Mal tinha tempo para me dedicar aos garotos, isso fez com que meus namorados sempre tivessem muito ciúmes da dança, que era a minha verdadeira paixão. E por não encontrar alguém que me compreendesse, minha virgindade foi se prolongando por um bom tempo. Tanto que fui a última (beeeeeem lá no fim da fila) a perder a virgindade da minha turma… E todo mundo me questionava muito a respeito, e eu odiava isso, fazia com que eu me fechasse ainda mais. Que saco! E o mais engraçado é que, desde os 16 anos eu tinha decidido que estava pronta pra transar, que na hora que rolasse ia acontecer numa boa. Mas, simplesmente não aconteceu, eu até tive várias oportunidades, mas acabei não cedendo, porque eu não queria, de jeito nenhum, que fosse com um cara que no dia seguinte nem lembrasse que eu existia. Queria que fosse especial, me reservava ao menos esse direito. Por isso acabou rolando só aos 20 anos de idade. E acho que, no fim das contas, aconteceu na hora certa (porém, infelizmente, acabei descobrindo que foi com a pessoa errada!).

Por todos esses motivos, sempre que eu assistia Beleza Roubada, parecia que eu estava me vendo no filme. Me sentia olhando para um espelho… Já vi esse filme, de verdade, sem exageros, mais de 200 vezes, acho que sei os diálogos decor, e, por incrível que pareça, sempre choro e sofro junto com ela. Por isso eu acho que esse, decididamente, é o filme da minha vida.

The Wonders – O Sonho Não Acabou

Luv Liv – Minha verdadeira paixão, admiração e tudo de mais incrível que há no mundo em relação a Liv Tyler, começou com esse filme. Assisti The Wonders e me encantei: com o filme, com a trilha sonora, com a banda e acima de tudo, com a lindíssima Faye. Assisti, assisti, assisti, assisti e reassisti. Até que uns dois meses depois, eis que me deparo com Beleza Roubada. Liv estava simplesmente brilhante como Lucy Harmon, e era tão eu que não pude deixar de notar que tinha descoberto a minha musa – linda, talentosa, deslumbrante…

Aí foram vindo mais filmes, mais identificações e a paixão crescendo. Sempre brinco que seria ela a mulher capaz de me converter ao homossexualismo. Em 2007 o Thi foi pra Comic-Con e eu fiquei aqui no Brasil por falta de grana e também porque alguém tinha que ficar dando o suporte pro Judão de uma base fixa. E eu quase morri quando soube que ela tava lá nos paineis de Hulk e The Strangers. O Thi vendo ela de pertinho, me mandando as fotos que tirava e eu quase tendo um treco aqui no Brasil. A cada trabalho, ela mostra que é muito além de apenas linda. E eu a admiro cada vez mais e mais. E pensar que tudo começou em 1996, assitindo a The Wonders – O Sonho Não Acabou. ^__^

Pequena Miss Sunshine

O filme mais recente dos meus TOPs. Eu adorei, saí do cinema emocionada, amei a desconstrução e o deboche que eles fazem dessa cultura dos americanos da beleza pela beleza e de já enfiar isso na cabeça das meninas desde que elas são muito pequenas e não tem o menor discernimento. Colocar a criança que é normal, mas que comparada com aquelas mini-barbies totalmente construídas parece gordinha e feia para competir é dar uma bela sacaneada nessa cultura toda. Sem falar que a família que é a mais normal possível com todos os seus membros super problemáticos, cada um tendo que encarar seus dilemas, enquanto precisam atravessar o país numa Kombi velha para levar a caçula para competir no concurso de Pequena Miss Sunshine. Uma verdadeira pérola da produção independente americana, que chegou de mansinho levou uma porrada de indicações ao Oscar e ainda faturou o de Melhor Roteiro Original e Melhor Ator Coadjuvante para Alan Arkin (que tá perfeito como o avô drogado). Se por um acaso você ainda não assistiu, por favor, não perca mais tempo. :)

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Amélie Poulain (não a minha cachorra, o filme) é um verdadeiro tapa na cara daqueles que adoram falar mal de filme europeu. Porque tirando a Michelle (né, Carol!), todo o resto das pessoas do mundo que eu conheço e viu simplesmente amou!!! Não tem como não se apaixonar por Audrey Tautou se vestindo de Zorro, pelo gnomo de jardim que tira foto em todos os cantos do mundo, pelo amor pelas coisas simples que a personagem tem – que eu inclusive já falei sobre aqui. Amélie Poulain é uma das personagens mais cativantes e carismáticas da história do cinema e o filme é uma delícia do início ao fim, desde a Amélie criança até a versão adulta. Mais do que recomendado!!! <3

E vocês quais são seus TOP5? Eu não vou convocar ninguém, quem quiser conta aqui nos comentários, quem quiser fazer post, deixa o link também… ;)

As outras meninas que participaram do meme foram a Anne, a Gabi, a Lívia, e a Sininhu.

366/75

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em About me, Meme, TOP com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

14 respostas a Meme: TOP5 Filmes da minha vida

  1. Pingback: Meme: Top 5 Filmes da Minha Vida « Teoria Criativa | por Gabi Barbosa

  2. sininhu diz:

    Como que eu ainda não assisti esse Beleza Roubada?! Parece ser um filmaço, preciso assistir! :}

    The Wonders é lindo! A primeira vez que eu assisti, jurei que a banda existisse mesmo, de tão perfeito. huahah

    Beijos

    • t4yra diz:

      Tem gente que teima porque teima que a banda existiu – hehehe – o filme é mesmo super bem-feito… Ai, Sy, acho que você vai gostar de Beleza Roubada, a galera tem um preconceito porque é Bertolucci, mas o elenco é super pop: Liv Tyler, Rachel Weiss, Jeremy Irons, Joseph Fiennes. O filme é muito foda…

  3. Curto demais os dois últimos, Tay! Pequena Miss Sunshine é realmente um filme para se questionar até onde deixaremos essa onda de modelos de beleza influenciar a nossa vida, né. Eu sou muito mais dançar igual uma maluca no palco do concurso de beleza e ser feliz com a minha família! ;)

    Vou anotar os outros para ver também!

  4. Pingback: Just Lia » Meme: 5 Filmes para assistir no Crackle

  5. Pingback: Meme: 5 filmes favoritos « got sin?

  6. Pingback: Meme: Top 5 Filmes da Minha vida | Amanhã, eu te conto…

  7. Pingback: A equipe do Just Lia e seus objetos | Teia de Renda

  8. Débora diz:

    Você remexeu no fundo do baú pra fazer a lista, heim? Lembro que a primeira vez que assisti Beleza Roubada eu ainda era muito pirralha e fiquei meio impressionada com a “sensualidade” do filme. Eu me achava tão “madura” por poder ver essas coisas. hahaha.. Outros dois que eu adoro são The Wonders e Amélie. Perdi as contas de quantas vezes vi cada um deles. <3

    • t4yra diz:

      Pior que não!!! hahahaha – por mais que eu tenha visto Beleza Roubada faz tempo, é um filme que eu sempre vejo e revejo, ele e Império do Sol, foram os dois primeiros a entrar, sem nem pensar e que estão aí na lista a anos e anos, sem nenhum filme tirá-los. =D

      Amélie, como eu disse, é uma unanimidade, todo mundo ama. E The Wonders é impossível assistir sem sair cantando, né! :)

  9. Pingback: Meme: o que vai na minha bolsa | Teia de Renda

  10. Pingback: Top 10 – eu já quis me casar com você | Teia de Renda

  11. Pingback: TOP 5 Comédias Românticas | Teia de Renda

  12. Pingback: Meme: TOP5 Personagens que eu gostaria de ter interpretado | Teia de Renda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s