Fazendo meu filme

Eu sei que isso é uma pauta muito mais pro Livre-se do que para o Teia de Renda, mas podem ficar tranquilas, que vou escrever sobre lá, muito mais detalhadamente e até com uma surpresa. Mas eu não poderia deixar de falar sobre a série Fazendo meu filme por aqui. Eu já tinha ouvido a Lia falar dos livros quando eles eram apenas dois e ela tinha comentado comigo que tinha adorado. Aí na época do lançamento do terceiro a própria Paula Pimenta entrou em contato comigo para fazermos uma parceria de divulgação lá no Just Lia.

Ainda assim, eu só fui ter contato direto com os livros da Paula quando ela lançou sua outra série, Minha vida fora de série e me mandou um livro de presente. Eu devorei e me encantei pela protagonista e aí fiquei super curiosa para conhecer os outros trabalhos da Paula, fui na Cultura e comprei logo os três livros – hehehe.

Eu e a Bia ficamos viciadas na narrativa dela, e cada uma se identificou com uma das protagonistas: a Bia é todinha a Priscila, viciada em séries e praticamente um Ace Ventura com seu zoológico particular; já eu sou a Fani, que passou a adolescência (e a vida adulta) devorando filmes, dando nota pra cada um deles, fazendo uma vasta coleção com seus filmes prediletos e sempre acreditando que a vida tem um final feliz.

Agora em maio a Paula lançou pela Gutenberg o quarto e último volume da série Fazendo meu filme, onde depois de tanto tempo torcendo pela Fani e pelo Leo a gente vai, enfim, descobrir o fim dessa história:

No derradeiro volume da consagrada série de Paula Pimenta, os leitores irão acompanhar o que acontece com o amor de Fani e Leo. Depois de uma ríspida separação, eles agora têm de seguir por caminhos diferentes. Porém, as juras de amor feitas no passado deixaram marcas profundas em seus corações e, mesmo anos depois, eles ainda sentem as consequências daquele trágico dia em que se separaram. Será preciso mais um encontro, para que eles possam finalmente entender o que houve e libertar um ao outro? Ou será que isso devastaria ainda mais o destino deles? Fazendo meu filme 4 – Fani em busca do final feliz narra o desfecho dessa emocionante história de amor que contagiou milhares de pessoas de todo o país.

No meio da semana chegou aqui em casa um exemplar do livro enviado com uma dedicatória fofa. Eu tava lendo outro livro e não via a hora de acabar pra poder me jogar de cabeça em FMF. O livro tem 606 páginas e eu comecei a ler às 15h da tarde do sábado (27/05) e terminei no domingo às 23h40 (28/05). Foram pouco menos de 34 horas para devorar todas as páginas e saber o que enfim aconteceria a esse casal que a gente aprendeu a amar tanto. E como ele se passa em Los Angeles e no Rio de Janeiro, eu passei o tempo todo me contorcendo de vontade e saudades, já que não é novidade pra ninguém o tanto que eu amo o Rio. E saudades dos momentos maravilhosos que passei em L.A., e várias coisas que a Fani passava e que eu tinha feito – até retomei meu post de viagem sobre Los Angeles pro Just Lia que tá empacado há meses. Fiquei aqui dando pulinhos de vontade de estar lá vivendo tudo com a Fani e acho que só não fiquei com mais siricutico porque dia 07 de julho eu tô embarcando pra lá e já vou poder matar as saudades. Cada reviravolta que a trama dava eu pensava: gente, a Paula tinha que ser roteirista de comédia romântica, porque ô pessoa pra gostar de uma virada estratégica de tirar o fôlego…

É muito legal ver a maneira que ela encontrou pra cobrir a lacuna de cinco anos que separam a trama do terceiro livro pra do quarto, que é muito diferente da que a gente já estava habituado. E é bom que a gente não fica perdido em nenhum momento, consegue acompanhar todo o passo a passo do amadurecimento dos personagens que saíram da adolescência pra vida adulta, longe da sua cidade natal, da asa protetora dos pais.

Quando eu terminei o livro fiquei feliz com o arremate dado pela Paula, mas senti aquela tristeza de órfã de livro que já falei aqui. Ainda mais por saber que agora acabou mesmo – é meio como foi quando terminei de ler o sétimo Harry Potter. Mas logo mais vem o segundo livro de Minha vida fora de série e pela história da Priscila a gente vai poder matar saudade dos personagens que a gente tanto ama.

E se você ficou curioso pra ler os livros da Paula Pimenta, ainda dá tempo de participar da promoção no Just Lia pra faturar todos os volumes da série. Mas caso você leia o post depois que a promoção já tiver acabado, fica aqui o link da editora. Eu recomendo muitíssimo e depois falo mais sobre cada um dos livros lá no Livre-se. ;)

366/140

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Felicidade Partilhada com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Fazendo meu filme

  1. laila diz:

    Quero muito ler, vou lá participar da promo no Just Lia!!!!

  2. Pingback: “Fazendo meu filme” é destaque no blog “Teia de Renda” | Grupo Editorial Autêntica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s