Desejo do dia: ter mais braços (ou mais de um eu)

Não adianta, é mais forte do que eu, mas a questão é que eu sou muito centralizadora – o ideal seria que eu delegasse mais tarefas, mas aí eu sempre acho que a pessoa não vai fazer tão bem quanto eu, e já viu, prefiro dar conta de tudo sozinha. Na época do meu TCC isso foi um enorme drama, porque éramos em nove pessoas, todo mundo querendo ajudar e fazer sua parte, mas eu e a Silvia (outra centralizadora) dispensávamos todos e queríamos dar conta de tudo sozinhas, e rolava até quebra pau entre nós, uma vez que mesmo estando juntas nessa, cada um queria conduzir do seu jeito, que achava que era melhor. Sério, isso é horrível e só quem é assim sabe do que estou falando.

O engraçado é que sou assim desde pequena. Em casa, quando eu e o Taygoara éramos pequenos e dividíamos quarto, eu preferia arrumar o quarto sozinha do que contar com a ajuda dele. Depois, já na escola, eu sempre peguei os trabalhos em grupo e fiz sozinha, e depois só botava o nome do pessoal. Quando era algo em equipe mesmo, aquilo representava um esforço enorme da minha parte. É que eu sempre ficava com medo de deixar que os outros fizessem e saísse uma porcaria, e aí, mesmo eu me matando e trabalhando o triplo, pelo menos eu tinha certeza da qualidade do que seria entregue. Ou seja, são décadas vivendo esse martírio.

Hoje em dia, eu assumo (um pouco, beeeeem pouquiiiiinho) que às vezes preciso de um help, mas ainda é um caminhar, um eterno aprendizado e eu ainda me enfio em um milhão de coisas e não delego quase nada, e aí fico sobrecarregada (essa história parece ser um círculo vicioso da minha vida – ahahahaha). O mais engraçado é que eu sou uma pessoa preguiçosa, bastante preguiçosa, por isso deveria ser super apta a passar tarefas adiante, mas que nada. Acho que esse é o traço mais contraditório da minha personalidade. :)

Por isso, enquanto eu não viro uma pessoa plena, que sabe delegar as coisas, e que convive bem com o trabalho alheio (que pode sim ser bem melhor que o meu), o meu desejo do dia é ter mais braços. Ou, melhor ainda, um clone perfeito, mas que aceitasse receber minhas ordens e executasse as coisas exatamente da maneira como eu gostaria que elas fossem. Porque vou te dizer que tá difícil!

366/296

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Desabafinho, Desejo do Dia com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Desejo do dia: ter mais braços (ou mais de um eu)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s