Querido Papai Noel por Cris Jorge

Papai Noel e a Bicicleta

Queridos Papai Noel…Papai Miguel!

Já faz um bom tempo que não escrevia uma cartinha, e hoje resolvi voltar aos velhos e bons tempos, então aqui estou.

Lembro da minha primeira decepção na vida, quando aos 10 anos de idade (faz tempo – hehehe)… Ansiando pra minha cartinha ser atendida por você pra trazer a minha Caloi Fiorentina lilás, com toda família reunida na casa da vó Hortência, preparando as guloseimas (acho que já tinha arroz com galinha Thiago – rs), as crianças brincando pela casa, eu, a Gia, o Paulo, o Carlos, a Cris ainda tava chegando. E corre daqui, de lá e…





… eu abri a porta de um quarto…





… e vejo lá dentro o autorama do Carlos e do Paulo, lindo, montado e no cantinho a minha Caloi.

Olhei e não quis acreditar. Não queria que fosse minha AQUELA Caloi Lilás. Nem era meia-noite, as luzes não tinham sido apagadas, você não tinha tocado o sino, deixado os presentes e saído correndo pra entregar presentes pras outras crianças.

Fechei a porta e fui pro quintal. Quieta, pensativa… “Não podia ser minha aquela bicicleta” e fiquei com isso martelando na cabeça. Não tinha contado da bicicleta pra ninguém, afinal foi pra você que eu pedi, Papai Noel.

O tempo passou, a meia-noite chegou. Essa hora sempre foi tão aguardada, mas eu não queria naquela noite que as luzes apagassem, que o sino tocasse… Mas elas se apagaram, o sino tocou e ao acender das luzes, lá estava o meu presente tão desejado junto da minha maior decepção. Você só existia na minha ideia…

Mas criança é assim mesmo, e deu uns minutinhos e corri pra pegar minha bicicleta, meus primos pegaram o autorama e a noite seguiu feliz como sempre.

Até que quando ganhei meu primeiro maior presente na vida, o Thiago, pude entender que você sempre continuou existindo, pois viveu no meu coração esse tempo todo. E aí a história voltou a se repetir. Era cartinha que as amigas escreviam na escola da prefeitura em resposta aos pedidos do Thi e que chegavam pra ele pelo correio.

E agora a alegria era em dobro: por ele, por mim… E foi aí que ganhei o meu segundo maior presente, a Bia. Dessa vez a alegria era triplicada. Era vizinho se vestindo de Papai Noel: o Eduardo, o Maurício e até o
Rodrigo. Isso sem falar na alegria em ver o sorriso da Vó Hortência recebendo o presentinho de suas mãos.

As luzes se apagando, o sino tocando, a Bia dizendo ter “ouvido” o barulho das suas botas na escada e os sorrisos ao ver os pacotes que você tinha deixado debaixo da árvore, além dos comentários: “ele trouxe mãe, ele trouxe pai, o Papai Noel trouxe”. E aí era aquela rasgação de papel daqui e de lá, e dá-lhe brincar com os presentes que você tinha trazido. O velho e bom Papai Noel. O eterno Noel…

Agora que os meus presentes estão adultos, o que fica é aquele gostinho de quero mais. Foi bom demais! Passou muito depressa, mas você, Papai Noel, continua fazendo a alegria para outras crianças (e também a tristeza de muitas que você não consegue atender) e imagino o quanto você sofre por isso. Mas você já reparou que grande parte dessas crianças que você não consegue atender está sempre sorrindo, escrevendo cartinhas… Afinal hoje em dia você conseguiu muitos ajudantes.

E elas pedem coisas simples, coisas para os pais, emprego, comida, ou um carrinho, uma boneca… E quando as luzes se acendem e você não conseguiu chegar até lá a vida não acaba, e a esperança renasce. Pois vem mais um ano pela frente e outras cartinhas serão escritas. Veja eu, tanto tempo depois e voltei a te escrever…

Agora essa cartinha é só de agradecimento, porque o aniversariante Jesus já me deu muitos presentes: os dois maiores (Thiago e Beatriz), deu minha família, a Tayra, o Marcelo, CEO Oswaldo, Hermione Olívia, as minhas amigas… Mas enfim, a esperança se renova a cada dia, muitas vezes as luzes se apagam, a noite chega, mas o amanhecer ilumina tudo. Basta nós te ouvirmos e ouvirmos a Jesus com o coração.

Obrigada por tudo Papai Noel, obrigada por tudo meu Papai Miguel, saudades!

Obrigada Jesus!

Feliz Natal!

um beijo

Cris

Eu duvido que você que chegou até aqui não derramou pelo menos uma lagriminha ao longo da leitura… E acredito que vocês devem ter deduzido que essa carta foi escrita pela minha sogra, Cris. E eu ainda descobri que além de ter a sogra mais sensacional de todo o mundo, tenho uma bela escritora na família. :)

Pra mim essa foi uma das cartas mais tocantes das que apareceram por aqui até agora (puxa saco, puxa saco, puxa saco!). O relato todo é muito lindo, emocionado e dá pra gente ir acompanhando a história toda ao longo do tempo. E como ela não tem nenhum pedido, só agradecimentos, fica a torcida para que o Papai Noel (e o Papai Miguel) sigam iluminando a caminhada dela e fazendo com que ela seja sempre linda e feliz. E eu tenho que agradecer a ela, porque os dois presentes dela são muito importantes na minha vida e fazem com que ela seja mais colorida, divertida e feliz, dia após dia. E que a gente continue passando vários e vários Natais felizes uma ao lado da outra. <3

Pra quem ainda quer mandar carta, estamos aos 47 do segundo tempo, por isso, corre, escreve sua cartinha, manda para esse email que ela vem pra cá. :)

366/346

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Cartas para o Papai Noel com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

5 respostas a Querido Papai Noel por Cris Jorge

  1. Big diz:

    Tay..eu estava tão emocionada com minhas lembranças que acabei pensando e não coloquei as minhas netinhas amadas Pepper e Amellie…mas você sabe o quanto as amo..valeu..beijos

  2. Laila diz:

    hahahahahahaha que FOFA!!!!!

  3. Pingback: Querido Papai Noel – Cris Jorge | Teia de Renda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s