Meme: TOP10 Clips que moldaram meu caráter

Xentchy, desculpa o atraso, esse é o meme de domingo passado, e eu só consegui postar hoje. Mas antes tarde do que mais tarde ainda…

Sim, eu sou dessas que acha que livros, filmes e músicas moldam o caráter de uma pessoa. Mesmo! Isso porque vão denotando traços da personalidade, da capacidade da pessoa interpretar o mundo, e de se desligar dele quando preciso. E eu sou doida por clips, sempre gostei muito. Adoro o trabalho que um cantor/banda e produtores tem para fazer um mini-filme em torno da letra de uma música.

E vou te dizer: demorei muito pra fechar a lista. Pra começar que pra mim foi osso, uma vez que sou a mais velha aqui da turma dos memes (em menos de duas semanas completo 36), eu comecei minha adolescência numa fase pré-MTV, pré-internet, e embora eu também tenha tido uma fase Backstreet Boys, a boy-band da minha vida sempre foi New Kids on the Block. E aí que os clips que eu gosto mais, não tem na internet de maneira alguma, revirei tudo, nem no Vevo deles tem. No máximo tem a música, subida por alguma fã, com uma clipagem de fotos da banda. =P

crazy

E aí eu não queria botar NKOTB só por ser NKOTB, queria o clip do Let’s try again. Que foi a minha primeira paixão por clips da vida. Mas, enfim, vai ficar só a menção, porque neca de achar o clip… :'(

Fiquei muito tentada a botar Linger, mas o fato é que eu gosto muito mais da música do que do clip, acabei deixando de fora. E em alguns casos, eu gosto muito mais de outras músicas do cantor/banda/grupo, mas o clip mais marcante é o que eu citei.

1. Crazy + Cryin

É, confesso que já comecei trapaceando – hahahaha – eu juro que tentei, mas foi impossível fechar em um só, é que faz parte da Santíssima Trindade de Alicia Silverstone + Aerosmith composta por Crazy, Cryin e Amazing. Mas como Amazing é meio que uma coletânea dos dois, eu deixei de fora da minha lista. Fiz um combo dos dois porque:

1 – Aerosmith é banda de rock que eu mais gosto;
2 – Steven Tyler deu ao mundo a minha musa-mór Liv Tyler, e também a revelou ao mundo no clip de Crazy;
3 – Alicia Silverstone é musa de toda e qualquer adolescente dos anos 90;
4 – Apenas porque temos toda a beleza “Sawyerística” de Josh Holloway, e foi Cryin que nos apresentou esse verdadeiro Deus;
5 – Porque é impossível não se apaixonar pela trama dos dois clips, de garota linda/doidinha/rebelde que causa, mas que também sofre de amor. Quem nunca… <3

2. What’s up

Acho que What’s up é meio que um hino, praquele momento da vida em que “epa, peraí, não sou mais adolescente, nem sou mais tão novo assim e, pera lá, não sou merda nenhuma da vida ainda”. E é sempre por volta dos 25 anos que rola esse dileminha. Eu, com essa idade, tava terminando a segunda faculdade, ainda dançando, no declínio de um namoro uó que durava quase seis anos e pensava bem isso: “que cazzos eu tô fazendo da minha vida?”.

Mas eu descobri o 4 non blondes quando eu tinha uns 14 ou 15 anos, e de cara me apaixonei por esta música, pelo clip, pelo estilo completamente fora dos padrões delas. Mas acho que foi só quando eu tinha por volta dos “twenty-five years and my life is still, trying to get up that great big hill of hope for a destination” que eu fui completamente absorvida pela música em si. E por mais que eu não tivesse plena compreensão de What’s up quando eu tinha meus 14/15 anos, tenho certeza de que essas quatro meninas que não eram loiras, ajudaram muito eu me enveredar por um caminho de não conformismo, de não me deixar estagnar e de sempre estar disposta a lutar por aquilo que eu acredito ser justo, menos desigual (em todos os sentidos). Acho que elas foram as verdadeiras precursoras do #HeforShe, lá no comecinho dos anos 90, indo contra tudo e todos, botando a boca no mundo e já com o nome da banda dando uma chapuletada no que consolidaram como sendo padrões de beleza, sem falar que elas se vestiam do jeito que bem entendiam. Acho que pra uma geração de fim dos 80/começo dos 90, uma presença como a delas na música veio como um começo de movimento girl power, que foi ganhando mais e mais força ao longo dos ano. E eu fico muito feliz de ter visto isso meio que nascer. ;)

3. Gonna Make You Sweat (Everybody dance now)

Esse é mais ou menos da minha fase NKOTB e também da fase onde comecei a virar a aluzicrazy da dança, tudo que se relacionava a ballet, jazz ou sapateado ganhava minha atenção imediata. Eu era doida pra aprender a coreografia inteira. Via à exaustão – ainda na fase Clip Trip da minha vida – hahahaha. Sem falar que até hoje eu acho esse clip com uma plástica muito foda. Adoro a fotografia e a direção de arte dele, e é um clip todo rodado dentro de estúdio. Amo!!! Desafio você a assistir e ficar sem ao menos balançar a perninha – hahahaha. Sem falar que essa plástica de estúdio e de mesclar o contraste entre o preto e branco acabou virando uma marca registrada dos clips do C + C Musica Factory.

4. Qualquer bobagem

Não tinha como. Pato Fu é a banda que eu mais gosto nesta vida. E sim, comecei a gostar deles depois que entraram na trilha de Malhação com Sobre o tempo, mas depois que eu vi esse clip de Qualquer Bobagem foi decididamente o momento em que me apaixonei e trouxe pra Fernanda, John e Kokó pra sempre em minha vida. Confesso que até hoje, toda a vez que ouço esta música eu faço a pausa do “EsCU…” e mexo a cabeça no “…te esta canção”. <3

5. Black Or White

Aqui rola até uma vibe meio testimonial do Orkut: o que falar de Black or White? Bom, MJ é MJ, sempre genial, sempre vanguarda, em tudo: na música, na dança, na produção de clips. E Black or white é um verdadeiro marco na história de clips. E é também um marco na minha história clipística, porque foi dele o primeiro clip que me lembro de ter visto na vida, Thriller, aos três anos. Eu fiquei completamente aterrorizada, mas foi muito marcante. Pra vocês terem noção, eu era viciada em A Super Máquina, e o protagonista se chamava Michael, vivido pelo David Hasselhoff. E aí que eu fiquei tão apavorada pelo clip que não queria mais ver Super Máquina, porque eu achava que o Michael Jackson era o mesmo Michael da série que tinha virado monstro. Demorou um tempinho pra minha mãe me convencer do contrário – hahaha.

E com BoW é marcante no mesmo nível, assisti meio que na mesma época de Gonna Make You Sweat, mas foi aquela coisa de uma semana de chamada na Globo pra que a gente visse o lançamento do clip no Fantástico. E quando acabou foi aquela coisa “WOW!!!”. No dia seguinte, na escola, não se falava de outra coisa: do Macaulay Culkin no clip, das caras das pessoas que mudavam, da dança, da “volta ao mundo”, da Estátua da Liberdade no meio do mundo e do carro que ele destruía na parte off-clip – que eu não achei essa versão em nenhum lugar. :(

Mas é inegável a importância de BoW na trajetória dos video-clips, bem como na minha vida, e por isso seria impossível deixa-lo fora desta lista.

6. Everybody

Vamos lá, mais uma vez repito que a boy-band da minha vida é New Kids on the Block. Anotem. Agora a verdade seja dita, se tem algo em que os Backstreet Boys são superiores aos New Kids, essa coisa são os clips. Vou já fazer a advogada dos meus garotos de Boston, é inegável que os sete anos que separa o surgimento das duas bandas foi determinante pra isso, e nisso entra a questão do desenvolvimento das tecnologias (bem como o baratemaento das mesmas), como o esmero e a preocupação do clip em si. Os NKOTB surgiram nos anos 80, que pode se considerar que é a primeira década do clip com força total, foi quando o clip passou a ser algo primordial no lançamento de um single ou de um álbum – antes disso, a maioria dos clips, em geral, eram gravações de shows ou apresentações nas TVs (salvo raras exceções). Essa cultura do clip, como a conhecemos, começou mesmo nos anos 80. Por isso, os clips dos BSB, lançados já na segunda metade dos anos 90 e começo dos 2000 apresentam um refinamento muuuuuuuuito superior aos dos NKOTB.

E vou já falar, Everybody não é o clip que eu mais gosto dos meninos das Flórida, esse título fica pra Larger than life – que é também a música deles que eu mais gosto. Porém, Everybody foi o clip que me chamou atenção para o grupo e foi por causa dele que comecei a curtir Backstreet Boys, já com 19 anos – hahahaha. Eu amei o revival de Thriller, fiquei apaixonada pela coreografia, que fiz questão de decorar e sabia cada detalhe, inclusive que uma hora o Brian errava e ficava sentado olhando os outros dançarem – hehehe. Sem falar que foi a partir dali que eu comecei a reparar no AJ – que até então eu só conhecia de fotos de revista e achava ele beeeeeeeem zuado. Hoje ele é de longe o meu preferido e ficou deliciosamente gostoso. Mas foi por conta do seu talento com a dança que ele me ganhou. Não só ele, como o grupo todo. ;)

7. Mandrake e os cubanos

Skank foi uma banda muito presente na minha adolescência e entrou numa fase pré-Pato Fu. Comecei a gostar deles lá no primeiro CD, aquele da Zilda que pescava caranguejo na baía de Guanabara, do homem que sabia demais e de que se ao menos você soubesse… <3

Mandrake e os cubanos está longe de ser a música do Skank que eu mais gosto. Inclusive tá em Siderado, que é um álbum que ouvi meio com o pé atrás, depois de não curtir tanto Samba Poconé. Mas o clip é sensacional. Tanto que era figurinha carimbada do Disk MTV. Foi o terceiro clip que veio na minha mente quando pensei nesse meme, junto com Crazy e “Everybody dance now”. Pra mim ums dos clips mais divertidos da safra nacional.

8. Diariamente

Nhóim!!! Acho esse um dos clips mais fofinhos da vida (tem um do Frejat de boneco de massinha com cachorrinho que é bem fofo também), e como eu amo Marisa Monte, não dava pra ficar de fora, né!

9. Lovesick

Óóóóóóuuuuuuuuunnnn!!!! Outro clip da categoria coisa fofa. Lovesick faz uma singela homenagem ao Cinema Mudo e a Charle Chaplin. A música fazia parte da trilha sonora de Confissões de Adolescente, que é muito responsável pela minha formação de caráter. Até hoje quando surge aquele “Uuuuuuulllll” do comecinho da música, meu coração dá uma disparadinha e eu meio que faço uma viagem no tempo pra Tayra de 1994/1995. <3

10. Shalala

Momento eu confesso: até hoje eu AMO Vengaboys!!! Gente, me bota num show deles que acho que canto todas as músicas do começo ao fim – hahahaha. E qual não foi minha surpresa ao começar a namorar com o Thi e descobrir que ele também ama… \o/

Shalala não é a música deles que eu mais gosto (oi, We like to party!), mas eu amo o clip. Aquela coisa de bar holandês, onde o povo enche a cara de leite, com pancadaria num estilo Velho Oeste, é impossível não amar.

Flertaram com essa lista Spice up your life, More than words, November Rain, Groove is in the heart, My favourite game, Torn, All The Things She Said, assim como as já citadas Larger than life e We like to party entre tantas outras, mas enfim, matutei, puxei daqui, cortei dali e fechamos em “dez”. =D

Clica aqui para conferir os clips da Anne, Sy, Gabi, Lívia e Andressa. <3

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Meme com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a Meme: TOP10 Clips que moldaram meu caráter

  1. sininhu diz:

    Meu Deus, Vengaboys… eu era MUITO fã! Tenho até hoje os cds deles! hahahahah <3
    Tirando esses vídeos do Patu Fu e Marisa Monte, que eu não conhecia, adoro todos da tua lista.
    Achei o máximo que tu incluiu vários por causa da coreografia, sou apaixonada por dança tb e entendo completamente as tuas escolhas.

    • Tayra diz:

      Coisas de ex-bailarina – ahahahahaha – eu adorei a sua lista e da Anne. E amo vários dos escolhidos também. Na real, eu faria fácil um TOP50 de clips – hehehe. =D

  2. Vanessinha diz:

    Duas observações:
    1) número 6…. Óbvio, o melhor da lista
    2) BENGAboys

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s