Taí uma verdade sincera…

Olha, na adolescência, cada virada de ano era um acontecimento, pois era a hora de começar uma agenda nova, onde uma parcela da nossa vida ficaria registrada, com relatos, recortes e todo e qualquer tipo de memorabilia que pudéssemos juntar naquele agrupamento de papel.

Passam-se os anos, o registro da vida naquela fatia de tempo selecionada para caber num bocado de papel e espiral começa a perder a graça e vamos deixando isso pra lá. Confesso que quando chega Setembro/Outubro eu já fico toda babona nos modelos novos que saem e logo trato de providenciar uma versão de bolsa, e ainda fico namorandinho uma maior pra deixar na mesa.

Mas que nada, tirando a de bolsa, que vai ficando mais ou menos rabiscada, a de mesa, acaba tendo o destino de boa parte das agendas do mundo adulto. E a Pri Ferrari do Cadê o meu café? soube retratar isso com maestria.

Agenda nova

Pobres agendas!!! Escolhidas com tanto amor e carinho para serem descartadas tão rapidamente… :'(

3/366

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em Tirinha com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s