E lá se vai, mais um dia…

Porque se chamavam homens
Também se chamavam sonhos
E sonhos não envelhecem

Pode apertar o play, porque este post tem trilha sonora, ok! Estou aqui hoje profundamente sentida, mexida emocionalmente, abalada, mas ao mesmo tempo ciente de quanto o amor, carinho e amizade são sentimentos e vínculos muito importantes.

Quem me conhece um pouquinho sabe a importância da dança na minha vida. E quem me conhece há muito tempo sabe da importância do Sanderson nesta trajetória e na minha própria história ligada à dança.

Tava caçando algumas fotos minhas com ele aqui, mas só encontrei esta de 1996. Vou tentar achar mais algumas na casa da minha mãe e depois atualizo o post. Eu e San começamos a dançar juntos quando eu tinha 15 anos, ou seja, este nosso vínculo tem 22 anos. Dos meus 15 aos meus 20 anos dancei com ele, ganhamos vários prêmios dançando nossos pas de deux por aí e juntos montamos um espetáculo lindo em 1999, celebrando os 20 anos da Anistia. Nossa bagagem, química e parceria são coisas inexplicáveis, que só pode ser coisa de outras vidas.

Eu não encontrava com o San desde o final de 2013 – quando voltei a dançar e a fazer aula de Musical com a Ana. A gente se viu algumas poucas vezes, sempre correndo. Mas cada vez que nos víamos era uma festa. Lá em casa, todo mundo tem um carinho imenso por ele, minha mãe ama o Sanderson de paixão, meu pai e meu irmão também adoram ele. E decididamente, ele é o partner da minha vida, que esteve comigo na minha melhor fase como bailarina.

eu e San

E hoje eu fui até a casa dele para visitá-lo, depois de um pouco mais de dois anos sem a gente se encontrar. Fui lá porque a Ana me ligou e me disse que ele não estava muito bem. E lá fomos nós, eu, Ana e minha mãe. E vou te dizer que embora eu já estivesse preparada psicologicamente, foi impossível não me surpreender. O San está com câncer no pâncreas, super debilitado, dependendo de SUS, só vai começar a fazer quimio em abril, e já perdeu mais de 20kg. Está muito fraco e, obviamente, nessas condições, está impossibilitado de trabalhar – uma vez que ele é bailarino e professor de dança e mal tem se aguentado em pé. Consequentemente, ele está completamente quebrado de grana e dependendo de ajuda de amigos para se manter. Fiquei muito triste, porque ele é uma pessoa maravilhosa, com um coração de ouro, que sempre ajudou a todo mundo e agora está numa situação super delicada e vejo que muita gente que sempre esteve em torno dele quando ele estava no auge, hoje dá as costas e mal lembra que ele existe.

Por isso, pra dar uma força pra ele, eu e minha mãe estamos organizando uma rifa de uma cesta de café da manhã das que a minha faz – que cá pra nós, é linda – para arrecadar uma grana e ajudar o San. O valor da rifa é de R$ 10,00 e eu já falei com algumas amigas minhas, que dançaram comigo em outras épocas se elas podem colaborar comprando. Agora compartilho com vocês, leitores queridos aqui do meu blog.

Como é uma doença de tratamento longo (e muito custoso) e o INSS ainda não aprovou a liberação de licença, ele tá sem nenhuma fonte de renda, logo sem maneira alguma de se manter. Por isso a minha preocupação, da minha mãe e da Ana, de arrumar um jeito de ajudá-lo de uma maneira mais substancial. Já mobilizamos alguns outros amigos do San, para nos ajudar nessa batalha e ajudar que ele tenha um pouco mais de conforto e dignidade neste momento tão delicado. Por isso, quem puder ajudar, seja comprando a rifa, ou de alguma outra maneira (tiver alguma ideia para dar uma força), é só falar comigo – porque toda e qualquer ajuda será muito bem-vinda. E tanto eu, quanto o Sanderson, ficaremos extremamente agradecidos. <3

28/366

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em About me, Desabafinho, Lavando a alma com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

25 respostas a E lá se vai, mais um dia…

  1. Ines diz:

    Tay depois vamos fazer uma de caneca personalizada? Bjo

  2. cristininhajorge88 diz:

    conte comigo Tay..quero 5 números..e ele estará em minhas orações a partir de agora

  3. Francine diz:

    Ola, como posso comprar?! Meu Facebook Francine Freire!
    Beijos e parabéns por isso! San é demais!

  4. Barbara Evangelista Dornelas dos Santos diz:

    Boa tarde fui aluna do San e tenho interesse em ajudar me diga uma conta a qual eu possa realuzar a transferência
    Obrigada

  5. Joao Pirahy diz:

    Tayra dancei com Sanderson no raça gostaria de ajudar me escreva te adicionei no Face. Agradecido e Parabens pela atitude.

  6. Joao Pirahy diz:

    Tayra quero ajudar como faço ?

  7. jessica diz:

    Você pode divulgar na escola que ele estava dando aula, espaço dança e vida, o pessoal lá Tbm está ajudando de várias maneiras. O telefone é 2365-0302, pode falar com a Helo Medeiros.

    Abraço

  8. Meu nome é Edson Santos e Sanderson foi meu aluno, dançou no meu grupo e também dançamos juntos no Raça. Vou ajudar no que for possível, penso que podemos organizar algum evento que seja capaz de levantar uma grana legal. Isso não é tão complicado. Gostaria de ter o endereço dele para visita-lo e já começar a ajudar.
    Ele precisa elevar o PH do sangue urgente, mudando a dieta alimentar.

    • Tayra diz:

      Oi Edson,

      estive com você fazendo o curso da Pavarini nesta última semana. Vou te mandar um email com mais detalhes a respeito. E eu e a Ana Lucia Evans estávamos pensando em fazer uns cursos/aulas abertas com renda revertida para ele. Se quiser entrar nesta, seria maravilhoso. :)

      beijo

      Tayra

  9. Lidiana Muzaranha diz:

    Boa tarde….Sanderson foi meu professor mais que querido. Por favor me fala como posso comprar.
    Obrigada.

  10. flavio diz:

    Eu quero ajudar.
    Como Faço?
    Ele foi um querido amigo e meu ótimp professor.
    entre em contato através do meu face Flavio Scaramal.
    Bjos

  11. LEILA SANCHES diz:

    OLA TB QUERO AJUDAR ….

  12. malu-jorge diz:

    tay, quero ajudar. Esse mês vou dar 100,00 e por favor mês que vem é só me lembrar. Por favor conta para depósito! Bjs Maria Lucia    

    De: "Teia de Renda" <comment-reply@wordpress.com> Enviada: 2016/01/31 02:54:30 Para: malu-jorge@uol.com.br Assunto: [Novo artigo] E lá se vai, mais um dia…  

    a:hover { color: red; } a { text-decoration: none; color: #0088cc; } a.primaryactionlink:link, a.primaryactionlink:visited { background-color: #2585B2; color: #fff; } a.primaryactionlink:hover, a.primaryactionlink:active { background-color: #11729E !important; color: #fff !important; } /* @media only screen and (max-device-width: 480px) { .post { min-width: 700px !important; } } */

    WordPress.com

    Tayra posted: " Porque se chamavam homens Também se chamavam sonhos E sonhos não envelhecem Pode apertar o play, porque este post tem trilha sonora, ok! Estou aqui hoje profundamente sentida, mexida emocionalmente, abalada, mas ao mesmo tempo ciente d"

  13. Pingback: E como sou… | Teia de Renda

  14. Patricia Escobar diz:

    Tayra quero comprar a rifa…..como faço? ?

  15. Pingback: Apenas na superfície | Teia de Renda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s