As chatices de quem educa e precisa botar limites

Pai

Meu pai nasceu sem veia alguma pedagógica em seu corpo. Nenhuma mesmo. Esse lado sempre foi suprido pela minha mãe. Mas era curioso que para hora de brincadeiras, da coisa mais lúdica, quem sempre teve mais jeito e paciência era ele.

Mas na hora de botar limites, educar, doutrinar, ele era extremamente rígido, e hoje, vendo de longe, acho que até com alguns métodos ultrapassados. Por exemplo, a gente mal chegava do colégio, e antes mesmo de dizer oi, ele já dava bronca que nossa mochila tava no sofá e não no nosso quarto. Que mal faz uma mochila ali por algum tempo?! Mas enfim…

Aí, um dia, eu e Taygoara chegamos da escola, largamos nossas mochilas no sofá, como habitual, e por conta do silêncio, achamos que não tinha ninguém em casa. Eu devia ter uns 14 anos e Taygoara uns 11. Taygoara questionou se meu pai estava em casa, e eu disse que não, que deveria estar na Lenquisa (será que é assim que se escreve?!), fechando uma edição do jornal. Nos vendo sozinhos e “livres”, ele comentou:

– Ufa. Ainda bem, pelo menos a gente não vai levar nenhuma bronca.

E eu:

– É mesmo, o papai é muito chato, né!

VRÁ!!! Eis que nesta hora, entra ele na cozinha, após ouvir tudo isto que falávamos a seu respeito. E isso tem quase 23 anos e ainda não fui capaz de esquecer a cara de tristeza e decepção que ele fez. A gente ficou tão atarantado que não teve nem traquejo/habilidade para remediar a situação. Ele só deu meia volta e subiu para o escritório, e nós dois ficamos lá com a maior cara de tacho. :(

Juro, que ao longo desse tempo sempre fiquei pensando o quão merda deve ter sido este momento para ele. Porque é claro que, mesmo longe de ser perfeito, ele tentava acertar, fazia o que acreditava ser melhor para a gente naquele momento, e, ainda mais no caso dele, que na infância foi um dos pais mais presentes e envolvidos em brincadeiras diversas que eu já pude conhecer.

Sempre imaginei que teria o meu momento de me deparar com um filho adolescente me achando A chata, e que isso me doeria – e vejo pelas minhas alunas teen o quanto eu preciso respirar fundo pra ter paciência e lidar com as “bobeiras” e as “bipolaridades” tão típicas desta fase. Como ainda não sou mãe, achei que este dia demoraria um pouco mais pra chegar.

Mas, eis que chegou a minha vez de estar no lugar do meu pai e fui obrigada a ouvir que sou chata, que não paro de questionar e fazer perguntas e querer botar as coisas em seu lugar – e ouvi isso do Sanderson, que, para o atual momento é o mais próximo que posso ter de um filho. E foi do mesmo jeito, ele não falou pra mim, ele falou pra outra pessoa, achando que eu não estaria ouvindo. E é um baque. Porque, PQP, assim como meu pai, eu tenho me empenhado, acreditado que estou fazendo o melhor, dispondo do meu tempo, de grana, da minha dedicação, abrindo mão de estar com o Thi e as meninas nos meus momentos livres. E tudo isso por amor, por amizade, por gratidão a tudo que ele foi pra mim. Por isso saber disso me dói tanto.

Agora é minha hora de respirar fundo, de pensar que ele sente muita dor e isso o deixa mais sensível e irritadiço, que o fato de ter vivido na miséria num momento tão recente o fez ter toque de acumulador, que se escudar na bagunça meio que se transformou numa espécie de escudo e seguir na minha batalha. Porque sei que ele precisa de mim, inclusive dessa minha chatice. Mas, pai, agora sim posso dizer que te entendo – embora já imaginasse que isso dói muito. :'(

37/366

Sobre Tayra

"Eu não aceito o que se faz Negar a luz, fingindo que é paz A vida é hoje, o sol é sempre Se já conheço eu quero é mais"
Esta entrada foi publicada em About me, Desabafinho com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a As chatices de quem educa e precisa botar limites

  1. cristininhajorge88 diz:

    faz parte de família..de amizade..da vida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s